Está na Rede

8 DE MARÇO – DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Dia da Mulher

O Dia Internacional da Mulher tem como objetivo recordar as conquistas das mulheres e a luta contra o preconceito de muitas décadas. A mulher tem muitas responsabilidades e em alguns casos ela é a provedora da família. Sua luta pela conquista da liberdade e igualdade de direitos é permanente.

Pensando em potencializar a conscientização civil sobre os direitos, assim como, a autonomia das mulheres, a ONU MULHERES (Entidade das Nações Unidas para Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) lançou em 2016 a cartilha com Sete Princípios de Empoderamento das Mulheres para mudar as corporações e as economias. Ficou interessado (a)? Acesse a Cartilha – PRINCÍPIOS DE EMPODERAMENTO DAS MULHERES – e baixe o arquivo.

A Diprosul sabendo da importância das mulheres na sociedade as homenageia com a história não divulgada:

8 invenções de mulheres sem as quais a vida seria muito, muito difícil.

Sabe o computador que você usa para ler este texto? Foi criado com a ajuda de uma mulher – aliás, várias.

Ah, está lendo no telefone? Pois saiba que a sua adorada conexão sem fio, sem a qual você não vive, também é invenção de uma mulher.

O filtro que permite fazer café quentinho todo dia? Invenção de uma mulher.

O mundo está cheio de mulheres brilhantes e pouco reconhecidas por suas conquistas. No mundo da ciência, muitas delas atravessam anos e anos de história na sombra.

Ada Lovelace – criou o primeiro algorítimo de computador, ou seja, a gênese de toda a linguagem computacional que conhecemos hoje!

Amalie Melitta Bentz - foi a idealizadora do filtro de café tal qual conhecemos hoje, fruto da busca por uma bebida mais limpa e saborosa.

Amalie Melitta Bentz – foi a idealizadora do filtro de café tal qual conhecemos hoje, fruto da busca por uma bebida mais limpa e saborosa.

Grace Murray Hopper - criou o Cobol, uma linguagem de programação universal que podia ser usada em todos os computadores da época.

Grace Murray Hopper – criou o Cobol, uma linguagem de programação universal que podia ser usada em todos os computadores da época.

Stephanie Kwolek – conseguiu desenvolver fibras super resistentes e maleáveis, o “kevlar”, que é usado nos coletes a prova de bala, barcos, aviões e pneus.

Letitia Mumford Geer – a americana criou um equipamento para injetar medicamento que podia ser manipulado com apenas uma das mãos – a seringa é usada até hoje!

 

Helen Free - desenvolveu as tiras utilizadas para detectar a presença de glucose na urina de diabéticos, e também para testes rápidos de gravidez.

Helen Murray Free – desenvolveu as tiras utilizadas para detectar a presença de glucose na urina de diabéticos, e também para testes rápidos de gravidez.

Marion Donovan – em 1951 inventou as fraldas descartáveis.

Hedy Lamarr – inventora de uma tecnologia que permitia controlar torpedos à distância, durante a Segunda Guerra Mundial, alternando rapidamente os canais de frequência de rádio para que não fossem interceptados pelo inimigo. Esse conceito de transmissão acabou, mais tarde, permitindo o desenvolvimento de tecnologias como Wi-Fi e Bluetooth.

 

“As mulheres, durante séculos, serviram de espelho aos homens por possuírem o poder mágico e delicioso de refletirem uma imagem do homem duas vezes maior que o natural. ” (Virginia Woolf)